© 2019 - 2020 Celina Leão - Deputada Federal. 

  • Instagram - White Circle
  • Twitter - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco
  • Facebook Clean

Umesb pede apoio à CLDF


Passe livre estudantil continua com problemas por falta de cumprimento de decisão judicial

O representante da União Metropolitana dos Estudantes Secundaristas (Umesb), Marcos Mourão, esteve em reunião com a deputada Celina Leão, presidente da Câmara Legislativa do DF (CLDF), e o subsecretário de Projetos Sociais da Defensoria Pública do DF, Junior Almeida, nesta sexta-feira (5), na sala da Presidência da Casa, para pedir apoio às políticas de juventude e desenvolvimento e apresentação de projetos para o segmento.

Marcos Mourão fez um pedido, ainda, que a presidente da Casa tome a frente da questão da cobrança quanto as demandas que estão pendentes junto ao GDF, como o passe estudantil. “Não foram tomadas providências quanto as decisões judiciais que foram impetradas. A Umesb entrou na justiça e ganhou duas liminares quanto ao passe livre estudantil”, enfatizou.

O representante da Umesb afirmou que até agora não houve cumprimento do GDF para a liberação dos cartões aos estudantes, como determina a lei. “Ou seja, o GDF não atualizou o cadastro dos estudantes no sistema. Hoje, o aluno faz o cadastro, mas quando usa o cartão no ônibus, dá como não cadastrado. Isso é ruim, constrangedor para os estudantes. É isto que está causando, ainda, muito transtorno aos estudantes secundaristas e universitários”.

Celina ouviu as reivindicações e destacou a importância para os estudantes do DF. “Essa reivindicação é legítima. Os estudantes, tanto secundaristas, quanto universitários, estão sendo penalizados. Não compactuo com isso”, sublinhou a parlamentar.

Marcos Mourão lembrou ainda que, daqui a uma semana e meia, as aulas da rede pública serão retomadas e que em Brasília são aproximadamente 200 mil alunos que usam o passe livre estudantil. “E o problema ainda persiste e nada mudou”, lamenta.

Ascom da deputada Celina Leão