Nota Pública PPS-DF

O Partido Popular Socialista toma posição em relação ao GDF, mantendo-se independente, mas cobra promessas de campanha e postura republicana do governo. Em relação ao projeto que tramita na CLDF, que permitirá a reeleição seguida, para o cargo de presidente da Casa, o partido destaca a importância e a legitimidade da sugestão.

PPS decide se manter independente do Governo do DF Em respeito à cidade, partido cobra promessas de campanha e postura republicana do governo. A Comissão Executiva Regional do PPS do Distrito Federal reunida nesta data (02/05) fez uma acalorada discussão acerca dos problemas e das insuficiências verificadas na atual gestão, e diante da lógica de sua vocação republicana,  o partido, em perfeita sintonia com suas bancadas na Câmara Legislativa e no Senado Federal, decidiu por referendar, por enquanto, a posição adotada em seu Congresso Extraordinário em novembro do ano passado, de independência crítica ao governo.Quanto ao Projeto que tramita na Câmara Legislativa do DF (CLDF), apoiado por diversos parlamentares de vários partidos, que permitirá uma reeleição seguida para o cargo de presidente da Casa, o partido destaca a importância e a legitimidade da sugestão, e salienta a comprovada melhora na gestão do parlamento local, bem como a respeitabilidade adquirida pelo órgão nesse curto período de tempo em que a deputada Celina Leão preside a Casa.Conforme já divulgado, o PPS elaborou um conjunto de propostas com o propósito de a atual gestão avançar para o cumprimento de promessas de campanha e, sobretudo, para reorientar critérios na indicação de pessoas para ocupar cargos na máquina pública, sem a necessária observação aos princípios republicanos e sem os devidos requisitos técnicos ou de conhecimentos específicos requeridos. Diante, contudo, da inoportuna interferência do governador em assuntos internos na Câmara Legislativa na semana passada, resta igualmente inapropriado o momento para a entrega de nossas contribuições.O Partido se preocupa com os desdobramentos da gravíssima crise política e econômica que assola nosso país e considera em suas decisões a expectativa de que uma breve definição do Senado da República pela admissibilidade do impeachment poderá repercutir também no Distrito Federal, cujo orçamento é dependente em mais de trinta por cento de recursos transferidos pela União.O PPS reafirma, por fim, todo apoio ao eficiente trabalho de sua Bancada na Câmara Legislativa, e buscará ações articuladas com as demais forças políticas no sentido de reforçar a autonomia e o respeito do Poder Legislativo, na perspectiva de bem contribuir para a sadia aplicação dos impostos dos cidadãos e cidadãs do Distrito Federal e para uma eficiente prestação dos serviços de responsabilidade do governo.Brasília-DF, 02 de maio de 2016.Francisco de Sousa Andrade Presidente da Comissão Executiva Regional do PPS-DF

© 2019 - 2020 Celina Leão - Deputada Federal. 

  • Instagram - White Circle
  • Twitter - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco
  • Facebook Clean