top of page

GDF entrega reforma e modernização da cozinha do Hospital de Base

Agora, os espaços contam com quatro novas câmaras frias, piso industrial mais resistente e novos ares-condicionados, por exemplo. O banheiro para os colaboradores também foi totalmente reformado.


Um dos principais desafios para a reforma nos ambientes foi dar andamento às obras sem que a produção de cerca de 6 mil refeições diárias fosse afetada | Foto: George Gianni/ASCOM-VGDF

Um dos principais desafios para a reforma nos ambientes foi dar andamento às obras sem que a produção de cerca de 6 mil refeições diárias fosse afetada. A tubulação de gás e vapor, e a instalação elétrica e hidráulica não podiam ser desligadas por muito tempo, o que exigiu um cronograma de trabalho meticuloso nos intervalos de menor produção da cozinha, que opera em período integral. O isolamento eficaz das áreas reformadas também foi crucial para evitar a contaminação dos alimentos devido à poeira.

“Essa foi uma obra dificílima de ser feita. Nós a realizamos em quatro etapas porque o hospital não podia parar, a alimentação não podia faltar. A equipe deu conta do recado e é uma vitória para nosso governo. Hoje, essa reforma é uma realidade. O nosso olhar para a saúde pública do DF não para”, comemorou a governadora em exercício Celina Leão.

A equipe contratada pelo Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do Distrito Federal (IgesDF) levou cerca de 70 dias para concluir as reformas. Foi realizada a substituição das câmaras frias por novas, com revestimento adequado nesses ambientes; instalação de piso industrial nas áreas onde há altas temperaturas, como nas proximidades dos fogões; revisão dos revestimentos cerâmicos; limpeza e pintura dos ambientes; calafetação dos dutos de exaustão; e instalação de aparelhos de ar-condicionado.

“Nós fizemos uma reforma emergencial para devolver salubridade e higiene à cozinha. Lá, nós reformamos toda a parte de revestimento, pintura, retirada de mofo e de excesso de gordura. Na área central da cozinha, onde tem a produção dos alimentos, com temperatura muito alta, nós trocamos o piso por um revestimento industrial resistente a alta temperatura. Também revisamos a parte elétrica, as coifas e o processo de exaustão. No refeitório, colocamos ar-condicionado, trocamos o piso e fizemos a pintura da parede”, afirmou o superintendente de Engenharia do IgesDF, Rubens de Oliveira Pimentel Júnior.

“É um enorme prazer estarmos aqui celebrando essa obra tão importante para o Hospital de Base. Queria agradecer a paciência dos colaboradores durante esse período, que foi bastante árduo, mas estamos aqui comemorando com essa cozinha que agora vai prestar um bom serviço para todos”, comemorou o presidente do IgesDF, Juracy Cavalcante Lacerda Júnior.

Presente na solenidade, a secretária de Saúde, Lucilene Florêncio, reforçou que o espaço precisava de intervenção nas estruturas: “Estávamos carentes, necessitando dessa cozinha renovada. Reitero o agradecimento a todos os colaboradores e trabalhadores. A Secretaria de Saúde (SES-DF) e o IgesDF estão trabalhando de mãos dadas, nós estamos unidos para que entreguemos a melhor saúde à população do DF”, declarou a secretária.

Por Agência Brasília.


Confira mais fotos do evento:

0 comentário
bottom of page