top of page

Circuito Mundial de Vôlei de Praia deve atrair mais de 50 mil pessoas a Brasília

Evento retorna à capital após 13 anos e terá investimento de R$ 5,5 milhões; competição serve como classificatória para as Olimpíadas de Paris 2024 e terá entrada gratuita


O Distrito Federal sediará a Etapa Elite de Brasília do Circuito Mundial de Vôlei de Praia, entre 1º e 5 de maio. Serão R$ 5,5 milhões investidos pelo Governo do Distrito Federal (GDF), por meio da Secretaria de Esporte e Lazer (SEL), para os eventos, que terão entrada gratuita. “O principal objetivo é que seja acessível para toda a comunidade do DF”, ressaltou o titular da SEL, Renato Junqueira. 


Entrevista coletiva no Palácio Buriti, nesta terça-feira (2), tratou dos investimentos e dos impactos da Etapa Elite de Brasília, do Circuito Mundial de Vôlei de Praia, para a movimentação da economia | Foto: Renato Alves/Agência Brasília


Entrevista coletiva no Palácio Buriti, nesta terça-feira (2), tratou dos investimentos e dos impactos da Etapa Elite de Brasília, do Circuito Mundial de Vôlei de Praia, para a movimentação da economia | Foto: Renato Alves/Agência Brasília

Além do circuito mundial, Brasília será palco da etapa de Brasília do Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia Bet7k. A expectativa de público nos eventos é de 50 mil pessoas, conforme foi divulgado  nesta terça (2), no Palácio do Buriti.


“O esporte sempre nos dá grandes alegrias, e com certeza esse evento também será um sucesso”, afirmou a vice-governadora Celina Leão. “Faz 23 anos que não temos um circuito mundial no DF”. O presidente da Federação de Vôlei do Distrito Federal (FVDF), José Alves Bezerra, reforçou: “Brasília é um celeiro na formação de atletas, é uma referência”.  


Celina Leão também lembrou da importância econômica do evento: “Isso movimenta a hotelaria, o comércio, os serviços. Cada quarto de hotel necessita da mão de obra de nove pessoas. Se a gente mantiver um fluxo de eventos esportivos, seminários e turismo, a gente sempre vai ter também uma economia muito forte. Brasília não é somente a capital administrativa e política – é a capital do esporte e dos grandes eventos”. 


Investimentos e gratuidade


O secretário de Esporte e Lazer comemorou: “Em menos de dois meses, teremos os melhores do mundo disputando as fases classificatórias para as Olimpíadas de Paris. Então, Brasília de fato é a capital do esporte. A nossa geografia ajuda muito. Os setores hoteleiros são concentrados, os complexos esportivos são muito acessíveis, o aeroporto fica a 15 minutos do centro. Tudo isso é pensado na logística de uma competição tão relevante como essa”. 


Por sua vez, o presidente da Confederação Brasileira de Vôlei (CBV), Radamés Lattari Filho, frisou o fato de que o circuito reúne “as 16 equipes com os melhores do mundo” e pontuou: “Será um campeonato de alto nível, e a gente espera deixar um legado para as crianças e também para os profissionais de educação física do DF”.


A ex-jogadora Fabíola Constâncio, que deixou a carreira precocemente devido a um câncer de mama, se manifestou entusiasmada com o circuito de vôlei: “É uma inspiração trazer esse evento para a nossa juventude. Como ex-atleta, me sinto representada”.


Capital do esporte


Nos últimos anos, o DF sediou competições importantes, como o Grand Slam de Judô, uma edição do UFC, partidas da Copa Libertadores e da Supercopa de futebol, os Jogos Universitários Brasileiros (JUBs) e o Sul-Americano de Voleibol Masculino.


As competições serão realizadas no estacionamento 12 e nas quadras atrás da Administração do Parque da Cidade, no estacionamento 13. Veja, abaixo, as etapas:

→ Etapa CBVP Aberto/Top 16 – Circuito Brasileiro Adulto – 24 a 28 deste mês

→ ⁠Etapa do CBVP Sub 19 – 28 deste mês a 1º/5

→ ⁠Etapa do Beach Pro Tour Elite 16 – Circuito Mundial – 1º a 5/5


Por Agência Brasília.

 


0 comentário

Comments


bottom of page