Circuito Brasiliense de Vôlei de Praia acontece no Parque da Cidade



A primeira etapa do Circuito Brasiliense NCT /FVDF de Vôlei de Praia, que embarca pelo segundo ano consecutivo na campanha Outubro Rosa, alcançou neste ano o recorde de inscrições de duplas femininas. De 30 de outubro a 1º de novembro, o evento acontece sem participação de público nas quadras de areia próximas ao estacionamento 13 do Parque da Cidade Dona Sarah Kubitscheck, com a participação de 90 esportistas (21 duplas masculinas e 24 femininas) e apoio da Secretaria de Esporte e Lazer. A próxima etapa está prevista para ocorrer em dezembro.

A programação nas quatro quadras se divide entre jogos classificatórios (primeiro dia), chaves principais (segundo dia) e finais (terceiro dia). E mesmo o clima nublado não foi impedimento para os atletas entrarem no jogo com todo o gás. Os organizadores utilizaram como base os protocolos de segurança da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV). “A gente usou esses padrões e adaptamos para a nossa realidade. É nossa primeira competição após esse período de pandemia”, completou o presidente do NCT Vôlei de Praia, Leo Santos.

A organização feita em parceria com a Federação de Voleibol do Distrito Federal inclui, entre as medidas, a obrigatoriedade do uso recorrente de álcool em gel e máscara (com exceção dos atletas que estiverem nas partidas), medidor de temperatura e preenchimento de questionário de saúde. “Brasília é um celeiro de formação de atletas, então, consideramos muito importante que eventos como esse de vôlei de praia sejam retomados para que os atletas possam alcançar novamente altos índices de competividade”, avalia a secretária Celina Leão, presente na abertura do torneio.

Manter o ritmo de jogo é a prioridade da dupla Ângela e Teresa, que treinou bastante na última semana. No próximo mês, elas retornarão para Saquarema, no Rio de Janeiro, para a terceira etapa Circuito de Vôlei de Praia 2020/2021, e o torneio do Parque da Cidade vai servir para manter o nível de competição e aprimorar fundamentos. “E para Brasília é muito importante voltar com as competições para os nossos esportistas se manterem motivados e continuarem treinando”, reforça Ângela Lavalle, que também destacou a importância dos exames de rotina na luta contra o câncer de mama.

E em um desses exames de rotina que a esportista de vôlei de praia Fabíola Constâncio descobriu o câncer de mama, que recentemente conseguiu superar sua etapa mais complicada. Neste mês, ela participou de uma live com a secretária para contar mais sobre sua experiência. Ela foi convidada para ser a madrinha do Circuito. “Sensacional usar o esporte como um canal para chamar a atenção para essa causa social de conscientização. É muito válido falarmos sobre e conscientizar as pessoas, mostrar que é algo que não está tão distante assim, mesmo de atletas”.

© 2019 - 2020 Celina Leão - Deputada Federal. 

  • Instagram - White Circle
  • Twitter - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco
  • Facebook Clean