top of page

Atendimento a pacientes com suspeita de dengue é reforçado com nova tenda em Ceilândia

Segunda unidade da região administrativa foi inaugurada nesta terça-feira (16), com capacidade de atender cerca de 300 pessoas por dia


Ceilândia é a quinta região do Distrito Federal a receber a nova tenda de acolhimento para pacientes com dengue. A unidade foi inaugurada na manhã desta terça-feira (16). A tenda contará com um corpo técnico de 20 profissionais com capacidade de atender cerca de 300 pacientes por dia.



“A gente quer o melhor atendimento para a população de Brasília e isso se faz com atendimento especializado, com tecnologia de ponta”, disse a vice-governadora Celina Leão, em visita à nova tenda de acolhimento a pacientes com sintomas de dengue | Foto: George Gianni / VGDF


A camareira Andrea Alves Alexandre, 37 anos, trouxe o marido para fazer o teste da dengue. Ele está com dor no corpo, nas juntas, dor de cabeça e febre há cerca de dois dias. “Chegamos por volta das 7h e esperamos um pouco, logo começaram os atendimentos. Ele foi chamado para fazer o teste e iria para a hidratação”, contou. O casal mora em Taguatinga e, segundo Andrea, a tenda trouxe mais conforto. “Viemos porque ficou bem mais fácil vir para cá, e está funcionando”, avaliou.


A nova tenda oferece triagem, consultórios, farmácia, laboratório, sala de hidratação, além de uma área de descanso aos funcionários. Cada turno contará, em média, com 20 profissionais, incluindo coordenador, médicos (sendo um pediatra), enfermeiro, técnicos de enfermagem, técnicos de laboratório, especialista em laboratório (biomédico ou farmacêutico bioquímico), apoio administrativo, farmacêutico, além de pessoal de limpeza e segurança.


A tenda de Ceilândia é uma das 11 estruturas que estão sendo entregues à população para dar apoio nos atendimentos da dengue. Três delas, a do Guará, do Gama e do Paranoá, inauguradas nos dias 11, 12 e 13, respectivamente, funcionam 24h. A de Ceilândia funcionará das 7h às 19h, assim como a de Planaltina, inaugurada no último domingo (14). Taguatinga, Varjão, Areal e Vicente Pires também receberão novas tendas, que serão finalizadas em breve.


Segundo a vice-governadora do DF, Celina Leão, a nova tenda é um reflexo da força-tarefa do Governo do DF no combate à dengue. “Um atendimento de excelência. Entre a chegada do paciente até a finalização, colocar no soro, dá mais ou menos um tempo de 30 minutos. Então, assim, nem hospital particular você tem esse esse atendimento. A gente quer o melhor atendimento para a população de Brasília e isso se faz com atendimento especializado, com tecnologia de ponta”, afirmou.


Atendimentos por todo o DF


Desde o início do ano, o Governo do Distrito Federal (GDF), por meio da SES-DF, instalou tendas de acolhimento a pacientes com suspeita de dengue em nove regiões administrativas: Ceilândia, Sol Nascente/Pôr do Sol, Samambaia, Sobradinho, São Sebastião, Estrutural, Recanto das Emas, Brazlândia e Santa Maria. Com atendimento diário, das 7h às 19h, as instalações possuem polos de hidratação e cuidados, proporcionando suporte contínuo aos usuários. Somando-se às 11 novas tendas já em fase de instalação, a capital federal contará, ao todo, com 20 estruturas de assistência a casos da doença.


A secretária de Saúde do DF, Lucilene Florêncio, apontou parte das medidas tomadas pelo GDF e pela Secretaria de Saúde para conduzir a situação na capital. Uma das ações lembradas pela gestora foi a contratação de novos médicos para atender a rede pública de saúde. “Tivemos a nomeação dos 240 médicos, a contratação dos 200 generalistas, ou seja, a tenda vem ao encontro da necessidade da clínica médica, no pronto-socorro, de desafogar a porta dos hospitais. Para os casos de dengue agora nós temos mais esse acesso, mais uma porta. E a nossa busca é que a nossa atenção primária em saúde volte a viver os seus dias de normalidade, enquanto os pacientes com dengue possam ser atendidos, e serão atendidos, com excelência aqui na tenda”, ponderou Lucilene.


Locais das novas tendas de acolhimento a pacientes com sintomas de dengue:


Com funcionamento 24h


→ Guará: em frente à Unidade Básica de Saúde (UBS) 1

→ Gama: estacionamento do Hospital Regional do Gama (HRG)

→ Paranoá: estacionamento do Hospital da Região Leste (HRL)


Com funcionamento diário, das 7h às 19h


→ Planaltina: estacionamento do Hospital Regional de Planaltina (HRP);

→ Plano Piloto: estacionamento do Hospital Regional da Asa Norte (Hran);

→ Vicente Pires: estacionamento da Unidade de Pronto Atendimento (UPA);

→ Taguatinga: estacionamento do ambulatório do Hospital Regional de Taguatinga (HRT);

→ Águas Claras: estacionamento da UBS 1 do Areal;

→ Ceilândia: estacionamento do Hospital Regional de Ceilândia (HRC);

→ Samambaia: estacionamento da UBS 7;

→ Varjão: atrás da UBS 1.


Por: Agência Brasília



0 comentário

Opmerkingen


bottom of page